Saia anos 60 – Eu que fiz

Oie! Tudo bem com vocês? Hoje vim mostrar uma coisa diferente do que costumo fazer aqui. Uma saia tipo anos 60.


Minha filha tinha uma festa na escola, a festa da família, e avisaram em cima da hora que precisava de uma roupa estilo anos 60. Como achar pronta seria difícil e o tempo era pouco para procurar uma costureira, decidi eu mesma fazer.

Tenho uma máquina de costura em casa, mas não sei costurar kkkkkkkkkk. Sou curiosa na verdade. Uso mais para fazer pontos decorativos e enfeitar meus projetos de encadernação ou mesmo de scrapbooking. Seguindo tutoriais da internet já me arrisquei a fazer algumas coisas pequenas, tipo necessaire. Continuar lendo

Anúncios

Como organizar viagem em família

férias em família

Oie! Tudo bem com vocês? Hoje vim prestar um serviço de utilidade pública kkkkkkkkkkkkk. Todos os anos (já há seis anos) eu organizo as férias anuais da família e vou dar algumas dicas para quem vai fazer isso. Talvez minhas dicas te ajudem a passar menos raiva. Pode ter certeza que o estresse vai rolar, mas podemos amenizá-lo.  Continuar lendo

O Boticário e a polêmica gay

Hoje acordei pela manhã e fui dar uma olhada no Face. Amo essa mídia, mas ultimamente não tenho tido muito tempo pra ela. E o que estava povoando a minha timeline? A polêmica da propaganda “gay” de O Boticário. Polêmica? Pois é, virou polêmica, até com movimento e campanhas contra.

Sabem qual foi a primeira coisa que me veio à cabeça? Como tem gente desocupada nesse mundo. Me desculpem, mas é isso mesmo. Tanta coisa com as quais precisamos nos preocupar (pelo menos eu tenho muitas preocupações) e as pessoas perdem tempo protestando contra homossexuais. E o pior, até parece que o homossexualismo vai deixar de existir por conta disso.

Eu queria entender o motivo de tanta revolta, mas sinceramente não consigo. Tenho amigos e parentes gays. Pelo menos no meu caso, são pessoas inteligentes, agradáveis, divertidas, exatamente como todas as outras pessoas que gosto de ter do meu lado.

Vamos lá, digamos que você acredite que o homossexualismo vai contra as leis de Deus, que é uma situação “não natural”, pecado. Ok. É um direito seu pensar o que quiser e até evitar contato com homossexuais, mas desrespeitar não é um direito seu. E vou dizer outra coisa, se acreditam mesmo que seja contra as leis de Deus, deixem que o próprio Deus “tome providências contra isso”. Você acredita que os pecadores serão punidos em algum momento? Então pronto. Pra que fazer campanhas contra pessoas de bem? Devemos nos preocupar mais, isso sim, com a crescente violência que vivemos, com a falta de segurança, de educação, de saúde pública. Aliás, se tivéssemos mais educação não estaríamos passando por essa “polêmica”.

Sou católica, criada dentro de uma família católica, que acredita em Deus e segue o caminho do bem (pelo menos é o que tentamos todos os dias). Não concordo com tudo que prega a doutrina católica, mas é a religião com a qual me identifico mais, onde me sinto bem. E sei que todas as religiões pregam, entre outras coisas, o respeito com o próximo, a tolerância.

E não me venham dizer que o homossexualismo está destruindo a família ou que a questão do homossexualismo estar mais explícito hoje vai incentivar o aumento de homossexuais. Pelo amor de Deus. Primeiro, a destruição da família começa dentro da sua casa, quando você não dá atenção para seus filhos, quando não dá educação e orientação pra eles, quando não respeita sua mulher/marido, quando trai, quando engana. É aí que começa a destruição do núcleo familiar. O fato do meu vizinho ser gay não vai influenciar na minha família. O fato do meu filho ter um amiguinho de escola que tem dois pais ou duas mães não vai influenciar na minha família.

Em segundo lugar, antes que eu me esqueça, ninguém “vira” gay. Isso é a coisa mais absurda que já ouvi. Ou você é gay, ou não é. O que acontece é você não assumir sua condição. Isso sim é muito ruim. A pessoa normalmente é amarga, triste e tem uma vida péssima. Melhor se assumir e ser feliz. Por exemplo, existe muito homem casado, que posa de santo, e tem relações homossexuais. Revoltante. Vai ser feliz e para de enganar sua mulher. Também não existe “ex-gay”, homossexualismo não é doença e, portanto, não tem “cura”. Por favor, deixemos de ser hipócritas.

Para quem ainda não viu o vídeo, vou poupar o trabalho, aqui está o link.

Não vi nada demais, não chega nem perto das últimas novelas das “8” da rede Globo que estão povoadas de cenas libidinosas e com violência extrema. Por isso mesmo parei de assistir, não me divertia mais como antes.

Ah, só pra constar, a propaganda de O Boticário estava hoje, 3 de junho, entre os três assuntos mais pesquisados no Google no Brasil, perdendo só para os assuntos “Blatter” e “Serie B”. Realmente o brasileiro ama futebol rsrsss.

O vídeo da propaganda do Dia dos Namorados de O Boticário, no canal da marca no Youtube, até hoje de manhã tinha 1.896.838 (quase dois milhões) de visualizações, com 274.977 gostei e 167.348 não gostei.

Não concorda comigo? Ótimo! Toda unanimidade é burra. Afinal, temos o livre arbítrio pra fazermos e pensarmos o que quisermos. As consequência dos nossos atos, também devemos assumir. Então, cada um pode fazer o que quiser. Mas lembre-se, a sua liberdade acaba onde começa a minha.

xau