Se joga no batom! #M.A.C

Aqui vão novidades da MAC em batons Mara. Publicado por uma colega blogueira do Mrs Glamazon. Estou reblogando porque achei muito legal.

1111

Hello People,

E lá vem mais uma novidade para deixar o nosso bolso pedindo arrego!
A M.A.C como sempre, vem trazendo parcerias com celebridades incríveis e desta vez não seria diferente, a nova linha de batons foi basicamente assinada por nada mais e nada menos que Giambattista Valli (WTF? QUEM É?) … Vamos voltar ao inicio do ano e lembrar do guarda-chuva rosa, do patrick estrela, da esponja de banho ou melhor dizendo a Rihanna no Grammy 2015

7

Pois bem, Giambattista Valli  foi o estilista responsável por esta esponja de banho (Vestido) e como o tal, assina cinco produtos matte nesta nova coleção.

mac-giambattista-valli

E o mesmo, não podia deixar de expressar sua personalidade nas tonalidades dos batons cuja os quais variam desde um “nude” clarinho até um vinho mais marcante.

mac-giambattista-valli-lipstickO mais bombástico dessa coleção A-H-A-Z-A-D-O-R-A, é a oferta de um gloss que como tal função nos possibilita dar aquele…

Ver o post original 217 mais palavras

Anúncios

Você está feliz com seu corpo?

Se a resposta for sim, ótimo, que bom pra você. Se for não, bem vinda ao clube. A maioria das mulheres não está. E muitas vezes nem faz muito sentido, pelo menos é o que os homens acham rsrsrs. Só nós sabemos na verdade o que nos incomoda.

Pode ser porque nos achamos magras demais, gordas demais, com pouco seio, pouca bunda, ah, os motivos são inúmeros. Muitas podem acreditar que essa situação de insatisfação é gerada pela proliferação de um modelo de beleza muito exigente, criado pelas indústrias da moda e de cosméticos para nos deixar cada vez mais neuróticas em busca de um resultado que parece inalcansável.

Uma prova dessa insatisfação com o corpo por parte das mulheres, principalmente, é o grande crescimento no setor de cirurgia plástica. Algumas mulheres chegam ao extremo de retirar costelas para afinar a cintura. Você faria isso? Eu gostaria muito de ter a cintura mais fina. Mas retirar uma costela é muito pra mim.

A vaidade é uma coisa positiva, desde que na medida certa. Tudo que passa da conta não faz bem. Se você se preocupa em andar bem vestida, com as unhas feitas, cabelo arrumado, maquiada, excelente, sua vaidade é normal e benéfica. Mas, não vá pirar querendo o corpo da Gisele Bundchen se o seu biotipo não ajuda.

Uma vez um personal trainner me disse: “Panturrilha é igual bunda, ou você tem ou não tem”.  Quer dizer, querida, acorda, mesmo malhando duro, o que você vai conseguir é reduzir a aparência da celulite e deixar o traseiro mais durinho. E esse é um ótimo resultado, conforme-se com ele. A não ser que recorra a artifícios como próteses, por exemplo. Aí já é outra conversa. Estou falando do que você pode conseguir de forma natural, sem intervenções drásticas.

O que eu quero dizer com tudo isso é que a melhor coisa a se fazer é aceitar o próprio corpo. Lógico que nunca é tarde pra aderir a uma vida saudável, praticar esporte todos os dias e mudar a alimentação. Seu corpo vai agradecer, e vai mudar de forma positiva, dentro dos limites dele, é claro.

Se você é gordinha, mas isso não te incomoda, seja feliz. Desde que sua saúde esteja boa também. Agora, se vc quer acabar com os pneuzinhos, dar uma endurecida no que está caindo rsrsrs, mãos à obra minha filha. Mexa-se. Tome uma atitude. Mas já vou avisando, vai precisar de muita determinação e disciplina.

Malhar hoje está na moda. As redes sociais estão transbordando de selfies tiradas na academia. Só vou dizer uma coisa. Começar é facílimo. Tirar foto nos primeiros dias então, moleza. Duro é manter a rotina. Mas vai na fé. Ou conforme-se, não pire, e pare de reclamar na frente do espelho.

Dica do dia: PelamordeDeus, não deixe de fazer as sobrancelhas. kkkkkkkkkkkk Ninguém merece andar com uma “taturana” no rosto. Vai por mim, uma sobrancelha bem feita faz muita diferença.

Xau

Tem coisa que só mulher entende

Então, é isso. Tem coisa que só mulher entende, não é? É disso que pretendo falar aqui. Um espaço pra tratar de coisas do dia-a-dia, que nos incomodam, que nos alegram, que nos revoltam, que nos emocionam. Há tempos estou com essa ideia na cabeça. Jornalista não consegue ficar quieto. É a mais pura verdade. Tenho certeza que minhas amigas jornalistas vão concordar comigo. Pretensões do blog? Não tenho. Ou, talvez até tenha, mas ainda não estão muito bem definidas. Como estou afastada do jornalismo, precisava de um canal pra me expressar. Acho que o blog pode preencher esse vazio, a vontade de escrever sobre tudo e qualquer coisa.

Tenho um outro blog, mas não atinge essa finalidade. Falo só de artesanato, dos trabalhos que faço e que me dão muita alegria, uma válvula de escape. Aliás, fica aqui uma dica, tenha um hobby, qualquer coisa que lhe agrade fazer. Realmente faz bem pra gente. Faça sem compromisso, já temos compromisso demais na vida.

Mas, se perceber que o hobby pode se tornar um trabalho lucrativo, não tenha medo de arriscar. Afinal, quem não arrisca, nunca vai saber o que poderia ter acontecido.

Nos vemos por aí. Até mais